terça-feira, novembro 22, 2005

A noite cai,
Chegam os fantasmas,
Os fantasmas da alma,
Que não me deixam dormir,
Sopra o vento,
Páro…Penso…
Já não ouço a chuva,
Ouço o vento
Tento fugir,
Encontras-me de novo,
Volto a cair,
Seguras-me,
Não quero mais,
Pedes-me que fique,
Fico mais um pouco,
Voltam os fantasmas,
Sigo em frente,
Tenho medo,
Não quero mais,
Peço-te que fiques,
Ficas mais um pouco,
Ouço a noite lá fora,
Angustio-me,
Acordo de um sonho,
Não estás…
Foste sem dizer,
Vejo as luzes,
Peço-te que fiques
Mais um pouco…
Não ficas…
Estou sozinha,
Voltam os fantasmas…

9 Comentários:

Blogger Keimadela disse...

xiii que confusão de sentimentos e sensações que vai prái...parece que andas pelos mesmos caminhos que eu...havemos de encontrar a luz...beijos Numenesse

23 novembro, 2005 17:46  
Anonymous ****** disse...

Parece k esses sentimentos andam um pouco perdidos...ou será perturbados???
Tudo de bom.
Bjs ***

23 novembro, 2005 21:31  
Blogger Rui disse...

Voltará ele? Os fantasmas, esses parece terem encontrado terreno fértil. Há que aprender a viver com eles. É possivel (o que é diferente de desejável).

23 novembro, 2005 22:49  
Blogger Vagabundo disse...

Divino!!! toda essa panóplia de sensações, sentimentos, decisões e indecisões definem a qualidade da escrita.

Vagabundo

24 novembro, 2005 22:07  
Blogger Aromas Do Mar disse...

Um texto carregado de sentimentos e de dor, mas lindo!

Obrigada pela partilha do brinde no nosso cantinho.

Beijo da mar revolto

25 novembro, 2005 02:02  
Blogger .anna. disse...

também me perseguem.. esses fantasmas! logo que ele sai e a porta bate eles aparecem, rodeiam-me e assustam-me... só me resta esperar que ele volte para ter paz...
mas e se os mandarmos todos dar uma volta?! =) *besitus

25 novembro, 2005 13:27  
Blogger NightWolf disse...

Ai esses fantasmas, por vezes tão dificeis de desaparecer, beijinhos e força, bom fim de semana

25 novembro, 2005 16:35  
Blogger Astronauta disse...

Olá!
A tua escrita já me cativava, cada palavra em forma de flor, vai embelezando o teu poema, mas além disso fiquei muito contente ao ouvir a Sarah Maclachlan - Angel!
No seu conjunto, a borboleta começa a brilhar!

25 novembro, 2005 17:48  
Anonymous Sparkling disse...

Adorei o poema, tem uma mistura de diversos sentimentos!
'' Tento fugir,
Encontras-me de novo,
Volto a cair,
Seguras-me,
Não quero mais,''

*^*^*^*^*^
Bom começo de semana!

27 novembro, 2005 15:10  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial