terça-feira, março 25, 2008



Bebo-te como se da vida te tratasses


Respiro-te sem ar de mim, tal corpo imundo preso


Que cresce rebentando na alma de quem quer...





Sufoco com suspiros de paixão de ti


Saudade de sabor a sal,


Numa infindável procura da perfeição


De nosso amor colossal!

3 Comentários:

Blogger su disse...

Hino ao amor, profusão deliciosa de sentires, asas de borboleta agradáveis em extremos voos palpitantes...
Caminhos certos!

:))))

26 março, 2008 18:00  
Anonymous Bia disse...

Teus versos e as imagens que a eles associas, como sempre, minha querida Butterfly, nos encantando o olhar, enternecendo o coração e perfumando a alma.

Ficam sorrisos e pétalas para enfeitar teu final de semana, e beijos carinhosos do meu para o teu coração.

28 março, 2008 21:05  
Blogger Mocho-Real disse...

A entrega total e despojada ao amor!

um abraço
Jorge P.G.

29 março, 2008 13:47  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial