sábado, agosto 09, 2008

Na imensidão do regresso,
sorrisos palpitavam de esperança
Crentes somente no retorno,
do mais que se pode alcançar...
Arrastada assim mergulhei
num mar desconhecido,
que julguei um dia conhecer
assim apoiada pelo tempo...
Amargurado se prende meu corpo,
percebendo que simplesmente ainda,
não conseguiu voltar a conhecer,
o que julgou tão fácil de reencontrar...

1 Comentários:

Blogger Sandra Daniela disse...

... e o mergulho da esperança de nos reencontrar, e reencontrar os nosso sonhos, prevaleça, sempte!


bom fim de semana

09 agosto, 2008 23:50  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial