sexta-feira, outubro 10, 2008

Caminha, desfaz-te dessas amarras
Solta-te, vem até mim
Esquece...sossega a alma
A minha já há muito por cansaço o fez...
Vem,sem medos...
Entrega aquilo que dizes não ter
Busca em mim o que um dia roubaste
Agarra o momento que apenas agora existe...
Não penses em passados ofuscantes
Desfruta do tempo que "é noite, é dia é pura magia"
Sente somente o "rodopio de estrelas em mim"
Sorri, o mundo de ondas espera-te aqui!


5 Comentários:

Blogger Sandra Daniela disse...

jlakbxp
Quando estamos com a pessoa que amamos, conseguimos nem que seja por breves momentos nos esquecer de tudo á nossa volta....



Beijinho e Bom fim de semana

11 outubro, 2008 11:34  
Blogger Å®t Øf £övë disse...

Não há nada como soltar as amarras, e o medo, e viver o amor em toda a sua plenitude.
Bjs.

19 outubro, 2008 22:46  
Blogger O Profeta disse...

A Lua sangra no celeste
Aprisionada está a razão
Olhos sem a virtude da luz
Uma fria pedra no coração

Um banco de jardim
É leito do rei da sarjeta
Almofada de encardido cartão
Acomoda esta carcaça inquieta


Convido-te a conhecer um Rei mendigo


Mágico beijo

29 outubro, 2008 17:36  
Blogger NAELA disse...

Sublime! Perdi-me em ti, nas tuas palavras, o amor no seu estado mais profundo!
Beijo doce

30 outubro, 2008 16:19  
Anonymous GaMbUzInA disse...

Em primeiro lugar, devo agradecer o facto deste texto vir acompanhado de um trabalho meu :D já sabes que o meu olhares "é todo teu". Quanto ao texto em si.... continuas a manter a qualidade que que caracteriza... e mais uma vez me deixaste de lagrima no olho! Não há direito! heheheh

01 novembro, 2008 19:21  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial